A toxoplasmose na gravidez é bastante perigosa para o bebê, ela é uma infecção que ocorre de forma assintomática na gestante. Ela é provocada pelo protozoário Toxoplasma Gongii, que é encontrada em carne crua ou mal passada e em fezes de animais, sendo que com maior risco incidência nas fezes do gato.

Boa parte das mulheres acaba desenvolvendo imunidade a toxoplasmose muito antes de engravidar. Agora, caso a mulher só se contamine com o protozoário durante a gravidez, o bebê poderá ser seriamente afetado com problemas de atraso mental ou cegueira. Por isso, é necessário ter bastante atenção quanto aos alimentos crus e o contato com as fezes de animais.

Sintomas da Toxoplasmose:
Alguns dos sintomas da toxoplasmose durante a gravidez, são:
– Febre
– Fígado inchado
– Dores de cabeça
– Dores musculares
– Sensação de gripe
– Gânglios inchados no pescoço
– Fadiga e sensação de cansaço

Esses sintomas ocorrem duas semanas após a infecção, sendo que boa parte das mulheres que adquiriram a toxoplasmose na gravidez acabam não sentem nenhum desses sintomas.

Efeitos da Toxoplasmose no bebê que está útero:
A toxoplasmose irá variar de acordo com o período da gravidez em que ela se manifestou. Quanto mais cedo ocorre o contágio com a toxoplasmose piores serão os danos. Uma infecção pode provocar:
– Surdez;
– Cegueira;
– Convulsões;
– Problemas visuais;
– Atraso do desenvolvimento;
– Comprometimento de outros órgãos;
– Aborto espontâneo ou um bebê natimorto;
– Excesso de líquido no cérebro do bebê (hidrocefalia).

Na maioria dos casos não se detecta a toxoplasmose em bebês que acabaram de nascer, geralmente os sintomas da doença acabam se desenvolvendo comprometendo a visão, durante a fase da infância e até mesmo na vida adulta.

Como saber se não tenho toxoplasmose?
Durante o pré-natal o médico que acompanha a sua gravidez irá pedir um exame de sangue específico para detectar a toxoplasmose. Caso no resultado não apresente anticorpos para doença, você não estará imune, isso quer dizer, que você tem chance de adquirir a doença.

Agora, caso os anticorpos estejam presente em seu sangue, isso indica que você está imune a doença ou a esteja com uma infecção recente que precisa de tratamento.

Se durante a gravidez o resultado do exame for positivo para toxoplasmose, será necessário tomar antibióticos por vários meses, para que possa reduzir as chances de seu bebê ser infectado pelo protozoário.

Ainda no útero o bebê pode passar pelo exame de cordocentese, para detectar se o bebê foi infectado com a doença, apesar do teste não expor o nível de comprometimento da doença, ele poderá afirmar se toxoplasmose está presente no bebê. O exame é feito com a coleta de sangue fetal, que é tirada do umbilical ou do próprio líquido amniótico. Lembrando, que os resultados não são 100% confiáveis e só podem ser realizados após as 18 semanas de gestação.

Caso haja alguma suspeita de infecção no bebê, poderá ser realizado um exame após o parto para vitrificar se a toxoplasmose está presente. Dessa forma o bebê poderá iniciar o tratamento com antibióticos.

Tratamento para toxoplasmose na gravidez:
No tratamento para toxoplasmose, a grávida irá fazer uso de antibióticos para diminuir os riscos de transmissão para o bebê. Os antibióticos que são utilizados no tratamento são a espiramicina, durante o primeiro trimestre da gestação e no segundo trimestre da gestação é utilizado a combinação do pririmetamina,ácido folínico e sulfadiazina.

Caso o bebê esteja infectado, o seu tratamento irá ser iniciado logo após o seu nascimento.

Como evitar a toxoplasmose na gravidez:
Confira a seguir, alguns cuidados para as mulheres que não são imunes a toxoplasmose devem seguir:
– Cozinhar bem a carne, pois o parasita é encontrado em carnes cruas ou malpassadas. Sempre lave as mãos cuidadosamente após seu preparo.
– Lave bem as frutas e verduras, caso as consuma cruas. Não utilize a mesma faca ou tábua em que cortou a carne para cortar as frutas e verduras.
– Caso tenha que mexer em terra, utilize luvas para se proteger de qualquer contaminação da terra.
– Caso tenha que limpar as fezes do gato, utilize luvas. E para finalizar lave bem as suas mãos. Limpe diariamente a caixa de areia e esterilize com água fervendo, e deixe por cinco minutos.
– Após ter tocado na caixa de areia do gato lave bem as suas mãos.

Esses cuidados evitarão que você se contamine com a toxoplasmose. Você pode pedir para o veterinário fazer um exame em seu gato para detectar a doença. Vale lembrar que se seu gato não tem contato com fezes de outros gatos, e não se alimentam de carne crua, as chances de ele ter toxoplasmose são bem reduzidas.