A Novalgina é um medicamento a base de dipirona sódica, indicado para o tratamento da febre e das manifestações dolorosa. O seu efeito antitérmico e analgésico pode ocorrem de 30 a 60 minutos após a administração e tem duração de 4 horas.

Posso tomar Novalgina durante a gravidez?

A Novalgina atravessa a barreira placentária, porém não apresenta evidências que prejudiquem o desenvolvimento do feto. No entanto, até o momento não existem dados clínicos suficientes sobre o uso do medicamento durante a gravidez.

O mais indicado é não utilizar a Novalgina nos primeiros três meses da gravidez. E o seu uso segundo trimestre da gestação só deve ocorrer após avaliação do médico que acompanha sua gravidez.

Já no último trimestre da gravidez a Novalgina não deve ser administrada, pois ela inibe a síntese de prostaglandinas, permitindo assim o fechamento prematuro do ducto arterial e permitindo possíveis complicações perinatais.

Uso da Novalgina durante a lactação (amamentação):
Como a Novalgina é excretado através do leite materno. A mãe deverá suspender a amamentação por 48 horas após tomar a medicação.