Hoje em dia são realizados diversos exames logo após o nascimento do bebê. Esses exames são considerados triagens neonatais, que poderão prevenir e detectar algumas possíveis doenças ou possíveis alterações que leve a sequelas mais sérias.

Outros testes que são bastante importantes e devem ser realizados nos bebês são os testes do Pezinho e o da Orelhinha.

O teste do olhinho que também é conhecido como teste do reflexo vermelho é um exame de rotina que deve ser realizado pelo bebê durante a sua primeira semana de vida, até mesmo os prematuros deve fazer o exame. Se a mulher teve seu filho na maternidade, não deve sair do local sem antes fazer o teste. O Teste do olhinho é fundamental para detectar e prevenir possíveis patologias oculares, como também, os possíveis agravamento que essas alterações podem provocar ao bebê, como uma cegueira irreversível.

Como é feito o teste do Olhinho?
O teste do Olhinho é feito através de um aparelho oftalmoscópio que avalia o reflexo vermelho. A luz é de baixa intensidade e incide na retina sem ocasionar qualquer problema ao bebê. Esse exame é indolor e muito rápido. Após a realização do teste do olhinho, a criança deverá passar por um exame oftalmológico completo a cada 6 meses, mas a partir dos 2 anos de idade, o exame deverá ser realizado anualmente.

normal - Copia anormal - Copia

Teste do olhinho em bebês prematuros
Os bebês que nascem com peso inferior a 1,5kg ou tenha até 32 semanas de nascido, deve realizar o exame de mapeamento de retina. Lembrando que esse exame deve ser realizado entre a quarta e a sexta semana de vida. Com esse exame será possível evitar a retinopatia da prematuridade, que é uma das principais causas de cegueira infantil. Lembrando que esse exame deve ser repetido até a vascularização da retina ser concluída, que ocorre na 42 semanas.

O teste do olhinho é obrigatório?
Sim, o teste do olhinho é de caráter obrigatório para todas as crianças, devem ser realizadas nas maternidades públicas e privadas. Os planos de saúde são obrigados a oferecer o este gratuitamente desde 2010.