Muitas mulheres que desejam engravidar e procura métodos alternativos para aumentar as chances de que ocorra uma gestação, acabam utilizando a Tabela de Fertilidade. Sendo que a mesma Tabela também é utilizada como método contraceptivo alternativo.

A Tabela da Fertilidade nada mais é que um controle do período fértil da mulher, dessa forma você terá uma idéia de quando ocorrerá a sua ovulação. Quem está tentando engravidar aumentará as chances de que ocorra a concepção. Lembrando que a Tabela de fertilidade também é conhecida como calendário de fertilidade ou calculadora de fertilidade.

Como fazer a Tabela de fertilidade:
É bastante simples fazer a tabela de fertilidade, será necessário apenas saber o dia em que chegou a sua menstruação, para ter uma idéia do dia provável da sua ovulação. Assim, você manterá um maior número de relações sexuais para que aumente as chances de uma possível concepção.

Para fazer a Tabela de fertilidade você apenas precisará de um calendário e começar a marcar a partir do primeiro dia da menstruação. Entre os 7º e o 11º dias do ciclo menstrual o seu corpo estará preparando o colo do útero para a possível fecundação. Por volta do 14º dia o seu óvulo será liberado, quando se aproxima do 25º dia os hormônios sexuais diminuem e permite que ocorra uma nova menstruação caso a fecundação não tenha ocorrido.

Você ainda não compreende como ocorre o ciclo menstrual?
Algumas mulheres não compreendem muito bem o ciclo menstrual e acabam não confiando no método da tabelinha, sendo que a tabela da fertilidade é bastante vantajosa para quem está tentando engravidar. Veja a seguir, como ocorre o ciclo menstrual:

fertilidade-620x427

  • As mulheres já nascem com o número de óvulos que será liberado a cada ciclo menstrual.
  • Os ciclos menstruais têm duração média de 21 a 35 dias, sendo que a grande maioria possui ciclos de 28 dias. Os ciclos ocorrem e são controlados pelos hormônios sexuais que são produzidos pelo hipotálamo, hipófise e pelo ovário. Caso a mulher tenha alguma alteração menstrual pode ser que exista algum problema mais grave, que deverá ser acompanhado por seu ginecologista.
  • No início do ciclo menstrual o hormônio gonadotrofina é o primeiro a ser liberado, estimulando a produção do FSH (hormônio folículo estimulante), pela hipófise, ao cair na corrente sanguínea ele irá estimular a maturação dos óvulos nos ovários. No ovário, vários óvulos começam a maturação, mas apenas um será o dominante. O hormônio FSH também irá estimular a produção do estrógeno no corpo da mulher, que irá alertar o útero para que aumente o espessamento das pares, pois caso ocorra à fecundação o óvulo será implantado no local.
  • Já o LH (hormônio luteinizante) é responsável pela liberação dos óvulos maduros  e por estimular a diminuição do FSH no corpo da mulher.
  • Quando os óvulos são liberados o estrógeno também começa atuar na mucosa vaginal, deixando menos espessa e permitindo que os espermatozoides penetrem no local.
  • Durante também a ovulação ocorre à produção da progesterona no corpo lúteo, sendo ele fundamental para que ocorra a gravidez, pois ele preparar a membrana mucosa do útero para receber o óvulo. Quando não ocorre a fecundação os níveis de progesterona caem e ocorre uma nova menstruação.