Para uma gravidez saudável é importante garantir as melhores condições para o seu bebê. Quando a gestante não recebe a assistência pré-natal “os bebês são três vezes mais propensos a ter baixo peso ao nascer e cinco vezes mais probabilidade de morrer, em comparação com os bebês de mães que receberam assistência pré-natal “.

O pré-natal é o atendimento que você recebe periodicamente durante a sua gravidez. Nos primeiros meses as suas idas serão mensais, e sua frequência aumenta quando você se aproxima a data provável do parto.

Quantas vezes tenho que ir a uma consulta pré-natal?
Conforme a gravidez é considerada de baixo risco, ou seja, você tem entre 20 e 35 anos sem complicações conhecidas e de boa saúde, suas consultas pré-natais têm essa frequência:

– Uma vez por mês até 28 semanas de gestação (sete meses de gravidez);
– A cada duas semanas até 36 semanas de gravidez (nove meses de gravidez);
– Uma vez por semana até a semana 41 de sua gravidez;
– Se a sua gravidez chega a 42 semanas de gravidez, você deve ir a cada dois ou três dias até o nascimento;
– Já na gravidez de alto risco exige cuidados pré-natais mais frequentes.

O que esperar das consultas durante o pré-natal?
Durante as consultas pré-natais o seu médico irá se concentra no desenvolvimento e monitoramento de sua gravidez, no crescimento do seu bebê, nos sintomas da gravidez, realiza testes para descartar complicações ou doenças, e responder todas as suas dúvidas e preocupações.

Normalmente em suas visitas mensais ao seu médico, é aferida sua pressão arterial, o seu peso, medir o fundo (que deve crescer a cada mês, como um indicador de que o bebê está em crescimento), uma análise de urina e verifica a frequência cardíaca do bebê. Em diferentes momentos da gravidez deve ser realizados testes adicionais, para obter mais detalhes, visite o seu mês de gravidez.

Durante as visitas mensais são a oportunidade perfeita para esclarecer todas as suas dúvidas e preocupações sobre seu bebê, a gravidez, seus sentimentos ou seus medos.