A incontinência urinária na gravidez geralmente ocorre quando um esforço é realizado, como por exemplo, espirros, tosse, risos ou ao se levantar. E ela acaba incapacitando a retenção de urina, embora as perdas serem pequenas.

Principais causas da incontinência urinária na gravidez:
Normalmente a incontinência urinária ocorre devido a intensa pressão do útero sobre a bexiga, principalmente nas últimas semanas da gestação. Ela também pode ser um sintoma de infecção do trato urinário, que é um distúrbio comum nesta fase. Logo após o parto, a causa da incontinência urinária é devido a fraqueza dos músculos que fazem parte do assoalho pélvico (são os músculos que rodeiam a vagina, ânus e uretra). As mulheres que passam pelo parto vaginal, tem maiores chances de sofrerem com a incontinência urinária.

Tratamento da incontinência urinária na gravidez:
Durante a gravidez e o pós parto a mulher deve fazer xixi várias vezes, por isso, não espere muito tempo quando bater a vontade;
Fazer exercícios para fortalecer a musculatura do assoalho pélvico ajuda a evitar a incontinência urinária;
Em alguns casos, será necessário fazer uso de medicamentos para neutralizar a atrofia dos tecidos do períneo. Outros devem ser submetidos a cirurgia, seja ela vaginal ou abdominal, para corrigir a estrutura  pélvica.

Como fortalecer o períneo?
Os exercícios para fortalecimento consistem em contrair e relaxar o períneo. No qual englobam os músculos da vagina e ânus, ao fazer a contração e o relaxamento é como semelhante ao cortar o fluxo da urina e depois liberar. Lembrando que é de extrema importância esta com um postura adequada, como por exemplo, ficar sentada na beira da cadeira com os pés apoiados no chão, com os joelhos afastados e relaxando a barriga. Dessa forma você estará totalmente focada nos músculos do períneo e não estará trabalho nenhum outro músculo de forma involuntária.