A ocitocina é um hormônio que é liberado no nosso corpo através de um beijo, ao comer uma barrinha de chocolate ou quando somos acariciados. Esse hormônio é de grande importante para o parto, pois quando administrado por meio intravenoso ele ajuda acelerar ou induzir o parto.

Como a ocitocina ajuda acelerar o parto?
A ocitocina é secretada pelo organismo e parte das glândulas de onde são produzidas para várias regiões do corpo. Quando esse hormônio circula no sangue materno acaba desencadeando uma série de reações positivas a gestante.

Com o início do trabalho de parto a ocitocina começa a ser secretada e liberada de forma espontânea, caso ela não ocorresse o nascimento não iria acontecer. Pois ela é essencial para que ocorram as contrações e empurre o bebê para o canal de parto.  Ela também é peça chave para a dilatação do colo do útero.

Caso o trabalho de parto não inicie ou se desenvolva de forma natural, o médico pode administrar a ocitocina sintética para acelerar o processo. Com a ocitocina via intravenosa em apenas três minutos ele é capaz de provocar as mudanças necessárias para dilatar o colo do útero e facilitar a passagem do bebê pelo canal vaginal. A ocitocina também é usada logo após o parto para controlar uma possível hemorragia interna.