A hipocalcemia é quando o nível de cálcio no sangue se encontra baixo. Isso é bastante comum durante o primeiro ou segundo dia de vida em lactentes, que têm um mau estado. Quem tem maiores chances de desenvolver a hipocalcemia são os bebês prematuros, que ainda são muito pequenos para a idade gestacional, os que não recebem oxigênio suficiente durante o nascimento ou os bebês de mães diabéticas.

Como a hipocalcemia não possui uma causa específica para o seu surgimento, apenas que surge logo após o nascimento do bebê, mas pode está relacionada em parte, com ausência de cálcio durante o período gestacional.

Quando os níveis de fosfato se encontram elevados no organismo do bebê acaba provocando a hipocalcemia. Esse problema também pode ser desenvolvido em crianças com mais idade devido ao consumo do leite da vaca, pois o teor de fosfato é demasiadamente elevado para eles.

A hipocalcemia pode ocorrer e não causar nenhum sintoma, como também apresentar nos bebês recém nascidos fraqueza, episódios de apnéia ou parar de respirar temporariamente, nervosismo ou convulsões. As crianças que não apresenta os sintomas pode não precisar de tratamento. Já aqueles que têm, precisam ser tratados com soluções de cálcio, que pode ser administrado por via oral ou intravenosa.