O Papanicolau pode ser realizado pela grávida sem problemas. Esse exame é feito de forma rotineira pelo ginecologista, ele é considerado bastante importante para verificar se existem alterações no colo do útero e descobrir se mulher possui infecções como o HPV (papiloma vírus humano), Candidíase, Câncer ou o Tricomoníase.

Já durante a gravidez, a mulher pode realizar o exame papanicolau se por acaso o seu último exame tenha sido realizado há mais de três anos ou caso o seu médico ginecologista ou obstetra considere importante.

Como funciona o exame papanicolau na gestante?
Durante o Papanicolau o médico irá fazer uma raspagem no colo do útero e na entrada do útero de forma sutil. Esse exame irá retirar algumas células para ser analisadas no laboratório e identificar se existe alguma desordem com a gestante. Esse procedimento geralmente é bastante tranquilo e pode provocar leve desconforto abdominal (cólicas) e um pequeno sangramento, que são considerados normais. Agora, se por acaso o sangramento for intenso ou você sentir qualquer mal estar após o exame, consulte o seu médico ou procure o serviço médico o quanto antes.