Uma das infecções que mais acomete lactantes e crianças de 1 a 5 anos é a estomatite, principalmente na fase em que a criança começa a frequentar  a creche e a pré-escola.

A estomatite é uma infecção viral que pode ocorrer em qualquer idade, mas ocorre com maior frequência em  crianças, onde os principais sintomas são a febre alta, dor e feridas na boca, fazendo com que a criança se recuse a comer.

Estomatite é uma infecção viral?
A estomatite é uma infecção viral comum em crianças, bastante doloroso, pois deixa uma ferida na boca (também conhecida com afta), ela também pode ocorrer no pescoço levando bastante desconforto e dificultando a sua alimentação.

Quais são as causas da estomatite?
A estomatite é causada geralmente por dois tipos de vírus o primeiro é devido a herpes simples, enquanto o segundo e menos comum é responsável pela doença de mão e pé na boca, que acaba permitindo o aparecimento de feridas na região da boca.

Principais sintomas da Estomatite:
A estomatite surge cerca de dois a cinco dias após o contato da criança com agente causador da infecção, com isso, os sintomas começam a surgir, que são:
– Falta de apetite;
– Febre podendo chegar a 40°C;
– Dor ou dificuldade de engolir alimentos;
– Feridas esbranquiçadas nas gengivas, língua e em alguns casos nas amídalas.

O que oferecer a criança que está com estomatite?
Como a criança sente bastante dor ao se alimentar é importante mudar um pouco o cardápio. Durante essa fase é importante oferecer frutas esmagadas, alimentos em forma de purê, alimentos frios (como sorvete e iogurte).

Caso a criança também esteja se recusando a beber água  por sentir dor ao engolir, existe um sério risco de desidratação. Por isso, os pais não pode deixar de incentivar a criança beber bastante líquidos durante essa fase, como sucos (evitando os ácidos), água, bebidas frias e chá.

Como prevenir o surgimento da estomatite?
A estomatite é uma infecção que ocorre com maior incidência durante o outono e inverno, período em que as portas e janelas permanecem a maior parte do tempo fechada, facilitando a propagação do vírus. Por isso, mantenha o ambiente ventilado e limpo durante essas estações.

Outra forma de prevenir a disseminação da doença e evitar que pessoas próximas sejam infectadas. É que a criança que apresenta os sintomas da estomatite permaneça em casa durante o período de risco da infecção, que está entre 6 a 10 dias.

Outro cuidado importante é de sempre lavar as mãos das crianças e dos objetos que elas levam a boca (como chupetas e brinquedos). Dessa forma a propagação do vírus da estomatite, como também de outras infecções serão contidas.