Espinhas na gravidez é bastante incomoda e realmente voltam fervorosamente durante essa fase na vida da mulher. Confira a seguir porque ela ocorre e como evitá-las:

Espinhas na gravidez, por que elas surgem?
As espinhas na gravidez ocorrem devido ao aumento do hormônio progesterona, que acaba aumentando a oleosidade da pele e tampando os poros, permitindo que ocorra o surgimento das temidas espinhas.

As espinhas surgem com maior frequência na região do rosto, seios e costas. A maior incidência de espinhas na gravidez ocorre nas primeiras semanas da gestação, quanto mais próximo do momento do parto, menor será a concentração do hormônio progesterona e com isso a diminuição da oleosidade da pele.

Espinhas na gravidez, como tratar?
É importante consultar um dermatologista para verificar as suas espinhas, para que indique o melhor tratamento. Boa parte dos medicamentos para espinhas possui ácidos que são absorvidos pela pele, sendo que durante a gravidez o seu uso pode complicar a gestação. Por isso, eles são contra indicados.

Uma ótima forma de evitar a oleosidade em seu rosto e as demais regiões é lavando com sabão neutro e em seguida hidratar com oil free, e sempre que puder evitar o uso de maquiagem em seu rosto.