Geralmente o ciclo menstrual das mulheres é de 25 a 28 dias. Se seu ciclo é mais longo ou mais curto, ou tem uma variação no ciclo no número de dias (mais sempre tem intervalos de 4 dias), provavelmente o seu ciclo é irregular. Sangramento muito intenso ou menstruações que duram mais de uma semana também indica um distúrbio no ciclo menstrual.

Estas anormalidades ocorrem devido a desequilíbrios na produção de hormônios que são responsáveis pelo controle do ciclo ovariano e que ocorrem na hipófise e no hipotálamo. Algumas doenças, como a síndrome do ovário policístico ou doenças sexualmente transmissíveis podem causar esses distúrbios hormonais e que também podem ser a saúda da falência ovariana.

Além disso, outros problemas como transtornos de anemia, diabetes ou problemas na tireóide pode ocasionar o aparecimento de ciclos irregulares. Outras circunstâncias como estresse e ansiedade, ou mesmo mudanças na vida cotidiana, pode ocasionar o atraso ou avanço do ciclo menstrual, que em sua maioria ocorre de forma temporário e o ciclo é normalizado quando os fatores desaparecem.

Posso engravidar se tiver ciclos irregulares?

Os ciclos irregulares não fazem de você estéril, mas provavelmente você terá maior dificuldade em engravidar. Em alguns casos, a irregularidade do ciclo não produz a ovulação, daí você não poderá engravidar de forma natural. Neste caso, você deverá consultar o seu ginecologista para descobrir a origem da anomalia e tomar as medidas para regular o ciclo. Muitas vezes isso é suficiente para conseguir engravidar. Se não, você terá que recorrer a outras soluções, como a fertilização assistida.

Outro problema que pode ocorrer caso você tenha ciclos irregulares é que os atrasos menstruais nem sempre serão uma prova de que você está grávida. Em vez disso, você deve observar outros sintomas, como o surgimento das náuseas, aumento dos seios ou cansaço excessivo. E no caso de suspeita da gravidez fazer um teste.

Como nos ciclos irregulares a ovulação não pode ser calculada com exatidão, você terá que estar antenada aos sinais que o seu corpo irá transmitir como a mudança do corrimento vaginal, dor na parte inferior do abdômen, seios doloridos ou o aumento da temperatura basal.