Em alguns casos a cirurgia de fimose não pode esperar. Uma das razões é devido a inflamação de repetição do prepúcio, dificuldade de urinar devido ao acúmulo de urina na área; refluxo visico-ureteral; infecções do trato urinário e balanopostite.

Há casos em que você não pode esperar a resolução da fimose sozinho. Tendo passado para um parafimose (estrangulamento da base da glande do pênis por um prepúcio estreito demais.). Outras razões que recomendam a intervenção são balanite de repetição (inflamação aguda do prepúcio); dificuldade em urinar devido ao acúmulo de urina na área (que é formado balão para fazer xixi há razão para intervir); infecções do trato urinário; refluxo vesico – ureteral com excesso de prepúcio, e balanopostite (inflamação que ocorre de forma simultânea na glande e no prepúcio).

Outros sintomas que levam a intervenção cirúrgica são:
– Dor;
– Febre alta;
– Dificuldade em urinar;
– Diminuição da quantidade de urina expelida.

*** Neste caso o pediatra deve indicar uma medicação para combater a infecção o quanto antes e reduzir a inflamação. Deve fazer um encaminhamento para o urologista, que fará uma avaliação e realmente constatar se há necessidade de circuncidar o menino.

Para evitar a cirurgia de Fimose:
É necessário higiene diária durante o banho;
Quando o menino começar a ir sozinho ao banho faça com que se acostume a remover um pouco da pele para remover toda urina e seque bem com papel higiênico.

Antes da cirurgia:
Antes da cirurgia de fimose é necessário fazer alguns exames como um estudo pré-anestésico, determinação do tempo de coagulação, exame de sangue, exame de urina, eletrocardiograma, etc. Como a intervenção possui pequeno risco e leva em média 30 minutos. A criança tem que estar em jejum para fazer o procedimento.

Como ocorre a cirurgia:
A pele que cobre a glande (prepúcio) é removido, em alguns casos não é necessário fazer a remoção completa, deixando apenas o suficiente para cobrir a glande quando pênis estiver em estado de relaxamento.

No caso de bebês ainda lactantes será necessário anestesia sedação e anestesia local. Já para os adolescentes apenas anestesia local.

De modo geral, os casos em que ocorreu a sutura o matéria utilizado é absorvível. Os pontos acabam desaparecendo de 8 a 10 dias.

A cirurgia ocorre no ambulatório, sem a necessidade de hospitalização e os cuidados durante a recuperação em casa são mínimos. Durante a fase de recuperação o medico irá indicar algum tipo de analgésico como paracetamol, manter a higiene e lubrificação da área com creme anestésico.

A criança poderá tomar três banhos ao dia e voltar a escola, mas deve evitar batidas e praticar exercícios.

Quando a cirurgia da fimose não é indicada?
Recém nascidos com malformação congênita do pênis;
Em recém nascidos cujo a mãe esteve sob tratamento anticoagulante ou fazia uso de aspirina durante a gravidez.

*** Lembrando de quem dá a ultima palavra é o urologista e o cirurgião da criança. Eles é que vão falar se a criança irá ou não precisar da operação.