O bebês prematuros possuem um grande potencial para obter sucesso em seu crescimento e desenvolvimento, mas ainda é necessário tomar alguns cuidados nos primeiros meses de vida.

Bebês prematuros que nascem muito abaixo do peso, o que geralmente corresponde a 2 kg e são liberados para casa, precisam de cuidados especiais. Veja a seguir, quais os cuidados que os pais devem ter com o bebês prematuros:

Cuidados com o bebê prematuro 01

Cuidados quanto à temperatura do bebê: É muito importante os pais monitorarem a temperatura do bebê prematuro, já que o seu corpo possui séria dificuldade de controlá-lo, por isso, manter o bebê prematuro agasalhando com roupas confortáveis  será de extrema necessidade.

Tenha cuidado ao segurar a cabeça do bebê prematuro: Ao segurar o bebê prematuro nos braços é importante ter cuidado com sua cabeça, pois o seu pescoço ainda não possui força suficiente para manter a cabeça.

Bebês prematuros precisam ser alimentados de 8 a 10 vezes ao dia.  Por isso, é aconselhável não deixar mais de 4 horas entre uma alimentação e outra, pois o bebê prematuro pode sofrer risco de desidratação.

Você irá encontrar no mercado fraudas especiais para bebês prematuros que são pequenos para o seu corpo. Como as fraudas devem ser trocadas de seis a oito vezes por dia,  esse é um sinal de que ele está sendo bem alimentando.

Os bebês prematuros possuem maior risco de desenvolver problemas de audição quando comparadas as crianças nascidas a termos. Por isso, os pais devem ter um cuidado especial e prestar atenção às reações do bebê prematuro quanto aos ruídos e qualquer dúvida, deve consultar o pediatra.

É normal você observar após a mamada o bebê prematuro regurgitar (vomitar um pouco do leite), mas caso isso se repita varias vezes você deve consultar um médico, pois pode afetar no ganho de peso do bebê prematuro.

O estrabismo também é muito comum em bebês prematuros, mas tende a desaparecer sem maiores problemas à medida que ele cresce. Sendo que em alguns casos, os bebês prematuros, podem nascer com uma doença ocular chamada de retinopatia da prematuridade, que desenvolve em bebês nascidos antes ou até a 32° semana da gravidez. Neste caso é muito importante um especialista fazer testes regulares para que o bebê não perca a visão.

Apesar dos bebês prematuros dormirem mais horas por dia do que os bebês nascidos a termos, devido as necessidades de desenvolvimento, é necessário acordá-los por curtos períodos, mas com certa frequência.