A cistite na gravidez é uma inflamação da bexiga que causa dor e ardor ao urinar. Sua causa pode ser bacteriana, química ou viral. Cerca de 8% das mulheres sofrem com a infecção urinária durante a gravidez e as mulheres que já sofreram antes, são mais propensas a ter durante a gravidez.

A cistite na gravidez tem maior incidência nos primeiros quatro meses da gestação, geralmente é devido ao aumento da progesterona que provoca fraqueza do trato urinário, que por sua vez, resulta em uma má evacuação. Já nos casos de cistite com hemorragia, pode ocasionar um trabalho de parto prematuro. Muitas vezes a causa da contaminação é devido às bactérias intestinais que permanecem no ânus e que atingem a bexiga.

Principais sintomas da cistite na gravidez:
Além da febre e o ardor e dor ao urinar, as gestantes podem sentir desejo urgente de urinar, embora a quantidade seja pequena.
É possível observar vestígios de sangue ao urinar, um odor, dor e desconforto na bexiga e no abdome inferior.

Tratamento para cistite na gravidez:
Para tratar e prevenir a cistite na gravidez será necessário beber bastante água (de dois a três litros ao dia) e beber sucos cítricos (laranja e limão);
Manter a higiene adequada e utilizar roupas intimas de algodão para facilitar a transpiração.
Fazer o tratamento com antibiótico de 7 a 10 dias para impedir que a doença possa se desenvolver.

Lembrando que a detecção precoce da cistite na gravidez é fundamental para prevenir a infecção nos ureteres e nos rins. Caso essa medida seja tomada, a cistite será curada em poucos dias. Agora caso o seu médico suspeite de complicações ou algo atípico, será indicado exames mais detalhados.