A chupeta é um dos itens do enxoval do bebê que muitas mamães compram e sempre ficam se perguntando se elas irão fazer mal durante a fase do surgimento dos dentes da criança. Como os bebês nascem com um desejo natural de chupar, pois é o comportamento normal para que possa se alimentar e crescer. O uso da chupeta acabou virando um tema que causa bastante repercussão, resolvemos falar um pouco mais sobre a chupeta e o uso do dedo  pelo bebê.

Afinal, é bom ou ruim o uso da chupeta?
Seguindo algumas referências, se a mãe está planejando amamentar, a melhor opção é não utilizar a chupeta até que o bebê possua o hábito da amamentação. Após o elo com o peito a mãe pode oferecer a chupeta ao seu bebê. Muitos estudos já comprovaram que crianças que usam chupetas logo após o nascimento irão mamar no seio da mãe por menos tempo.

Recomendações importantes quanto ao uso da chupeta:
– Nunca substitua sua alimentação pela chupeta;
– Sempre verifique se o bebê não está com fome;
– Sempre lave a chupeta com água e sabão regulamente;
– Nunca coloque um cordão no pescoço do bebê com a chupeta, pois existe vários casos de estrangulamento acidental;
-Sempre verifique se a chupeta não possui rachaduras, e sempre substitua a chupeta a cada dois meses por uma nova.
– Quando a criança atingir os dois anos de idade deve iniciar o desmame da chupeta
– Comece a limitar o tempo em que ele fica com a chupeta na boca

As crianças que chupam dedo:
Boa parte das crianças que chupam dedo é por que sentem prazer e segurança em fazer esse ato. O hábito em chupar o dedo inicia ainda no ventre materno, se preparando para o período de amamentação. A maioria das crianças param de chupar o dedo com quatro anos de idade, que é quando começa a frequentar o jardim da infância e descobrem que chupar o dedo não será bem visto pelos outros.

Antes de fazer o seu filho parar de chupar o dedo, avalie a idade e a razão pela qual ele faz esse ato, se é por insegurança ou outros problemas emocionais. Pois, essas por muitas vezes são as causas deste hábito.E se o caso for esse, é importante não repreender ou ridicularizar a criança, pois você pode agravar o problema.

Pois, quando existem fatores emocionais a melhor forma para fazer a criança parar de chupar o dedo  não será pressionado a criança e sim tentando resolver o problema emocional que ela sente.

No caso de problemas quanto a mordida e dentes tortos, geralmente os dentes superiores acabam indo ara frente e os dentes inferiores para trás, o que faz com que a mordida seja aberta, não permitindo que os dentes de cima e de baixo não e aproximem.

Problemas quanto ao hábito de chupar dedo:
-Problemas quanto a pronuncia da palavra;
– Reabsorção das raízes dos dentes superiores causadas pela pressão digitais, devido a mobilidade dentaria.

Qual a importância do dentista nesta situação?
– Quando o grau de deformidade da mandíbula e os dentes realmente existem;
– Quando a intensidade, duração e frequência do hábito é muito grande;
– Descobrir se existe outros fatores emocionais que possam causar esse hábito em chupar o dedo.

Como corrigir esse hábito?
– Não repreenda ou castigar seu filho;
– Evite colocar produtos ou substâncias  desagradáveis nos dedos  da criança
Se a criança possui menos de dois anos, prefira substituir esse hábito pela sucção de chupeta ortodôntica;
– Em mais velho tenta envolvê-lo na decisão sobre se deve ou não parar de chupar. Se você quiser, mas não pode o candidato ideal ser capaz de ajudar;
– Do ponto de vista dental, podemos concluir que o uso de chupeta é menos prejudicial do que a sucção do polegar e causando problemas iniciais menores.