Anestesia Peridural (ou epidural) é utilizada para um parto sem dor. Essa anestesia acaba adormecendo os membros inferiores do corpo, sem perder o tônus muscular e permitir que a mãe esteja consciente na hora do parto.

Anestesia peridural é um anestésico que é aplicado no espaço epidural, fazendo com que as terminações nervosas sejam bloqueadas a nível da medula óssea, especificamente a sua saída. Ela deve ser administrada por uma anestesista através de um cateter fino, que é inserido na região lombar na coluna.

Como a anestesia peridural é administrada?
Antes de iniciar o procedimento o médico tem que assegurar que a mães atingiu os 2 cm de dilatação. Para aplicar a anestesia, será necessário está sentada ou deitada de lato, com as costas arqueada e a cabeça inclinada para frente. Em seguida, será introduzido a agulha de punção anestésica para a colocação do cateter peridural, você só sentirá uma picada. Com o cateter epidural introduzido na parte inferior das costas, a anestesia pode ser introduzida e ela começa a fazer efeito em poucos minutos. O efeito da anestesia pode durar de 15 minutos a duas horas, tudo irá depender da dose administrada.

Vantagens da peridural durante o trabalho de parto:
– Você estará consciente durante o parto;
– Melhora o fornecimento de oxigênio ao bebê;
– Elimina o esforço que é exigido durante o trabalho de parto;
– Você ainda sentirá as contrações como uma pressão ou um aperto e uma ligeira dormência nas pernas, porém não perde a mobilidade.

Desvantagens ou risco da anestesia peridural:
– Diminuição da pressão arterial, por isso o seu corpo deve está bem hidratado com soro fisiológico;
– Perda da sensibilidade na bexiga: Se houver dificuldade temporária em urinar, será necessário colocar uma sonda;
– Dor no local da punção: Como agulha passa por várias camadas de músculos pode ser que ocorra dores nessa região;
– Arrepios: Podem ser sentidos durante o parto ou até mesmo depois.