O berço do bebê é o elemento mais importante do mobiliário que vai ocupar o quarto do bebê. Como o bebê irá passar muitas horas dormindo, especialmente nos primeiros meses, por isso, será fundamental escolher um modelo de berço que seja seguro e confortável. Pensando nisso, resolvemos fazer esse artigo com 5 dicas para escolher o berço do bebê.

Como escolher o berço do bebê:

O berço do bebê deve ser aprovado e cumprir todas as normas vigentes do país. Os novos berços provavelmente são aprovados, agora caso você tenha escolhido um berço dado por um amigo, parente ou comprado em segunda mão é bom ficar em alerta no quesito segurança.

O berço deve ser feito de material que não possua verniz, nem lascas ou tintas que possua chumbo entre outros materiais tóxicos. Pois, a criança pode mastigar ou chupar o berço em algum momento. Por isso, o berço deve ter acabamento suave, sem saliências que poderiam ferir a criança.

Caso o berço possua rodas, observe se pelo menos dois deles estão com freios, para evitar que ele deslize de forma inesperada.

A estrutura do berço deve ser rígida e resistente. Ele deve ter várias posições para facilitar o acesso ao bebê quando ele é ainda pequeno. À medida que ele vai crescendo, a distância entre o topo do colchão e a borda irá ser de 60 cm.

O colchão do bebê não deve ser muito rígido. Sua altura deve ser de aproximadamente 10 cm, ser facilmente colocado e não deixar lacunas, onde pode ser colocados os pés ou a cabeça.

*** Alerta: Não coloque dentro do berço bichos de pelúcia, travesseiros, almofadas ou decorações que possa representar um perigo ao bebê, pois esses objetos podem asfixia-lo ou ajudá-lo a sair do berço.